Tag Archive for badfinger

Going down to Golders Green

Estar em uma cidade como Londres por um tempo mais longo como estamos nos permite sair do lugar comum dos passeios quase obrigatórios que todo visitante faz. A gente consegue perder um pouco a sensação de turista.
Sair pela cidade completamente fancy free é uma ótima opção. Outra alternativa é alterar repentinamente o roteiro de um passeio programado sem ter a exata noção dos caminhos a percorrer.
Outro dia, queríamos, por exemplo, conhecer um parque de onde se tem a melhor vista de Londres: Hampstead Heath. Quando já estávamos no metrô nos dirigindo para lá, percebi que a estação seguinte à que iríamos descer era Golders Green.

Imediatamente lembrei-me de que Golders Green era o bairro no qual morou durante um tempo a banda Badfinger, justamente no período em que o grupo estava mais ligado à Apple. A casa onde residiam servia de espaço para ensaios, novas criações e arranjos. George Harrison frequentou esta casa quando estava produzindo o álbum Straight Up da banda, lançado em 1971.
George inclusive compôs e gravou uma canção “Going down to Golders Green”, um interessante rocker que até hoje continua oficialmente inédito. A letra, meio engraçada, conta que ele ia lá a trabalho, de limousine…

Ouça: Going Down To Golders Green (Finalized Edited Version) – George Harrison

Eu tinha Golders Green na memória por conta dessa canção e tinha também o endereço da casa utilizada pelo Badfinger por ser o nome do primeiro disco solo de Pete Ham – principal cantor, compositor e guitarrista do grupo – 7 Park Avenue. E mais, o segundo disco solo de Pete foi intitulado Golders Green. Esses dois álbuns são de material de ensaios e demos que ele fazia no estúdio montado na casa e foram ambos lançados postumamente. Pois bem, fomos para lá…

                                                                                                                                                                                   Muito fácil achar, pois logo na estação de metrô pudemos ver pelo mapa da região que a Park Avenue ficava a apenas uma pequena caminhada de distância.


Documentamos, com várias fotos, a rua e a frente da casa… não sem sentir um certo constrangimento, afinal, o que os moradores iriam pensar de um casal que de repente chega e começa a fotografar uma região a qual (a não ser por uma “beatle razão” que eles devem desconhecer…) não tem nada a ver com o circuito turístico da cidade?!

Aparentemente, comparando com a capa do álbum, a casa se mantém do jeito que era. O lugar é bonito, bem residencial, relativamente próximo de uma das extremidades do parque que buscávamos originalmente.
Encontrado o parque, lá fomos nós, a pé, para talvez a maior caminhada de todas as que empreendemos ultimamente, através dos bosques que levam a um dos maiores charmes desta cidade, a Kenwood House, em Hampstead Heath. Só para complementar, essa mansão e seus jardins foram utilizados como locação no filme Um Lugar Chamado Notting Hill, nas cenas em que Anna Scott (Julia Roberts) está gravando um filme de época, baseado em uma obra de Henry James… Muito legal!

Kenwood House - Hampstead Heath